outubro 23, 2018

não tenho medo

Ouvia as batidas na porta
era o monstro
ele veio me pegar


as memórias de criança logo me pegam novamente
acho graça
antes fugia para debaixo da cama

os tempos mudaram
novamente ouço as batidas na porta

a cada "toc", uma nova vibração
diziam para eu não ter medo
não tem monstro
nada vai mudar

não abro a porta
as batidas continuam
cada vez mais fortes

corro para debaixo da cama
o monstro está vindo
"não tenho medo"

Nenhum comentário: