fevereiro 25, 2014

Uma peça do destino

Lembro das suas mãos me abraçando
nas noites frias daquele calor intenso
O suor se esquecia em meio as carícias

Sonho com nosso próximo beijo
com nosso próximo encontro

agora só tenho o calor do cigarro
o destino nos pregou uma peça

Nenhum comentário: