novembro 10, 2010

Solidão [sem ritmo]

A caminhada por meio da grama
e a correria para pegar a cerveja
e voltar
e rir

Esqueço do tempo
num velho clichê

No andar das nuvens
vejo que no céu
não há mais estrelas

Nenhum comentário: