setembro 11, 2010

Correndo

Nada faz diferença agora
Estou correndo sem destino
como sempre quis

Cabelos ao vento
sinto a liberdade
olho para os lados
e o vento sopra as pastagens

estou a meio caminho
para lugar algum

Nenhum comentário: