maio 23, 2010

O fim

Penso no caminho das pedras
A fronteira tempo-espaço
e todos os clichês que giram
e giram.

Passo pelos romances
perdidos entre as árvores
e prédios.

Não sei. Não dá mais.

Quero que você seja muito feliz, moça.
Entre nós, acabou.