março 08, 2010

Bom enquanto durar

Estou bem.
Como consigo rir tão bobamente?
Não consigo me conter de tanta alegria. Meu sorriso escapa às minhas bochechas. Elas são vitimadas a se puxarem. Gosto disso. Gosto dessa sensação.
Fecho os olhos.
Corro bem rápido. Sinto o vento em meus cabelos.

É hora de pular...
Bom enquanto durar...

2 comentários:

Clara disse...

Tive a visão de alguém se jogando... O.O!! Muito muito bom!!! =)

Valdeir Almeida disse...

Olá, Ricardo,

Essa sensação é de êxtase da alegria, não é?

Abraços, meu amigo