novembro 09, 2009

Verdades Forjadas

Perdido por caminhos
que nunca adentrei
Ando sem rumo
No espectro da luz refletida

Percorro os corredores
Volto ao início
De novo

Procurando respostas
por onde não vejo saídas

No fundo
forjo minhas próprias verdades

sem mais,
agora minto...

4 comentários:

Lila disse...

eu ja disse que vc ahaza?? entao.. vc ahaza!

Valdeir Almeida disse...

Ricardo,

Que bom que nos seus caminhos perdido, você acabou voltando a postar. Eu estava sentindo falta de suas poesias.

Abraços.

Valdeir Almeida disse...

Ricardo,

Que bom que nos seus caminhos perdido, você acabou voltando a postar. Eu estava sentindo falta de suas poesias.

Abraços.

Marcel disse...

Você tá tão... tão aiolfico!

Ache as suas saídas. Pelo menos procure.