abril 13, 2009

O conto que nada conta

Esse é um conto que nada conta. Começa assim, do nada.
Ele simplesmente vem, passando por caminhos que ninguém nunca viu. Ele tenta falar algo, mas não consegue. Seria em vão tentar falar algo porque um conto que nada conta, fala sem nunca falar.
Não tenho como dizer se ele vem na esperança de passar a existir ou se é apenas uma tentativa de falsidade ideológica. Afinal, será mesmo que isso existe?
O verdadeiro conto sente inveja do conto que nada conta, porque ele, sem nada contar, existiu. Entretanto, o verdadeiro conto não sabe que o conto que nada conta não tem muito tempo de vida.
É assim que o conto que nada conta termina, desaparecendo como algo que nunca existiu, como respostas que giram em torno de uma mente sem perguntas.

16 comentários:

YullyAngel. disse...

Viu, eu disse que o nada as vezes é algo a ser escrito!


E eu nem te CONTO! Gostei.
enbora me engasgueis de tanto Conto. rs nao sou boa em repetir palavras. ASIUDhsadi mesmo mentalmente.

LG disse...

E eu nem te CONTO![2]

sou de ♥Vix♥ sim!
faz facul na UFES ?
eu faço inglês só ¬¬
que sabe ano quem eu entre naquela bagaça !

Larissa disse...

Vim aqui dizer nada sobre esse seu conto que nada conta. Haha

Legal aqui. :)

Marcel disse...

Cara... emocionei-me! rsrss...

O pior de tudo é que eu acho que entendi o que o conto que nada conta quis contar e, sem contar, acabou contando...


(eu disse ACHO)

darsh. disse...

conto como coito coto

Sido disse...

Contou um conto sobre nada.
Apropriado.
Não entendi nada.
Ou talvez tenha entendido o que tinha pra se entender...


Afinal, o conto não seria 'sobre nada' por nada, né?

LG disse...

atáá´=)
aleksonso ;B

pretendo tentar psicologia
adoroo¹²³

Aline Dias disse...

parece crônica

IvanN disse...

gente, parece um trava-línguas
hahaha

morri com os marcadores

Marcadores: conta, conto, nada, vazio

hahahaha

lekalz ricks

J. Sodré disse...

Parece um trava línguas [2]

Acho que não entendi nada... bem se é um conto que nada conta, talvez faça sentido! ;P

Aline Dias disse...

tá. já entendi. e quando é que vc posta de novo?

Raphael Perov disse...

Um comentário que nada conta, deveria nada contar. Porém, não contar nada seria como ficar mudo ao ver uma cena escandalosa ou um autista, mesmo uma pessoa com TOC, não contar os passos ao andar por uma calçada onde nada se conta.

Ângelo disse...

Nossa. Muito louco isso daqui.

euheuhee

Gostei, gostei.

auto-retrato disse...

c num conto nada ahsuhuhusa

Filippe. disse...

tenho medo de ser um conto que nada conta.

Caio Abreu disse...

Tem um selo pra vc la no meu blog.

PS: nao me odeie por isso hehehe