abril 02, 2009

É um robô!

Num mundo marcado pela influência dos meios de comunicação e que as crianças passam cada vez mais tempo sozinhas, a televisão tem papel marcante na criação do imaginário e visão de mundo infantil.
É nesse contexto que ocorre essa história.
Fim do período letivo, meu primo de 3 anos traz o caderno de atividades escolares para mostrar para a família.
Depois de alguma insistência dele, resolvi revirar o caderno. Eram só desenhos. Abri numa página aleatória.
- Nossa! Que desenho lindo! O que é?
- Ah! É um robô!
Virei a página.
- Que bonito. Esse é o que?
- É um robô!
Passava as páginas e todos os desenhos eram praticamente iguais. Numa determinada folha, na parte superior estava escrito com a letra da professora: 'BORBOLETA'. Aproveitei a chance.
- Nossa! Que borboleta bonita! - fui surpreendido!
- Não! Não é uma borboleta! É um robô!
Não acreditei! Tudo naquele caderno era um robô. Virei rapidamente a folha.
- E isso aqui? É um robô também?
- Não! É a mamãe!
Desisti de entender meu primo. Peguei minhas coisas, fui embora. No fundo, acho que ele é um robô.

8 comentários:

Valdeir Almeida disse...

Olá, Ricardo.

Pois é, influência da TV e - talvez - dos jogos também.

Mas é uma história interessante.

Abraços.

Caio Abreu disse...

Só espero que nao esqueçam de ensinar à nova geração a serem seres humanos com sentimentos e não apenas máquinas que buscam resultados.
Abraços

Lola disse...

haUHAuhaUHAuahUHA^^
Crianças =p

R.R_ O Souza disse...

Crianças...mas eu perdôo ele, eu me achava um Pokemon! xD kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...Rá "mon" Que evolui pra Rô "mulo"! AHuahuahauhauaaaa...

Ângelo disse...

euheuehuehuehe

Fantástico isso. Eu lembro que quando eu era criança quanse todos os meus desenhos eram de super-heróis. Era moderna, as crianças estão mudando de heróis. Tudo agora é industrializado. Tudo pode ser feito, montado...quem seria melhor herói do que um robô?

Gostei.

Valdeir Almeida disse...

Ricardo,

Há um selo para você no meu blog.
Você merece.

Abraços e bom final de semana.

Patenha disse...

Lembrei-me (ênclise pra ficar bonitinho) de quando era mais nova, e via os desenhos do meu irmão. Todas as pessoas tinham pés redondos, e eu ria dizendo que eram rodinhas...

tá, não tem tanto a ver, mas eu lembrei...

Fernanda Barata disse...

Ah, meu filho, liga não. Criança é tudo retardada mesmo ¬¬'